A Impressora a jato de tinta do Ministério OIKOS, com três anos de uso, começou a transmitir uma mensagem para o computador me alertando que deveria procurar um técnico urgentemente, pois o tempo de vida útil do aparelho estava chegando ao fim.
Não acreditando na informação, fui adiando a ida ao técnico. Num belo dia, quando precisava imprimir algo muito importante, que não podia ser impresso na impressora  matricial de mais de 15 anos, ela simplesmente parou de funcionar.
Fui conversar com o técnico de informática e ele me falou que existe uma programação na  placa da impressora que simplesmente deixa de funcionar depois de um determinado número de cópias e que seria melhor comprar uma nova.
Não me conformando com a informação, pedi para trocar tal placa. Gastei R$ 120,00 para tentar solucionar o problema. Funcionou somente três dias. Pifou de vez. Não teve jeito, tive que comprar outra. E ela vai durar somente uns três anos, mas ou menos.
É a era dos descartáveis!
Os produtos são feitos para durarem poucos anos. Lembro-me do liquidificador da minha casa no tempo em que era criança lá em Pirapetinga (MG). Pesava uns três quilos! A vizinhança toda sabia que estávamos fazendo um suco. Fazia barulho, mas durava. Não me lembro de outro liquidificador na minha infância, adolescência e até a juventude. Isso sem falar do fogão Cosmopolita que tínhamos. Comprovam-se esses utensílios domésticos uma vez apenas! Hoje é diferente. Já não me recordo quantos liquidificadores já tivemos durante os nossos 22 anos de casamento. Sofá? Já tivemos uns três! Não é que sejamos desmazelados! Não nos julguem precipitadamente. É que esses móveis e eletrodomésticos são feitos para durarem pouco.
O que isso tem a ver com o casamento? Muitas coisas. Não parece, mas essas coisas são reflexos da pós-modernidade. Eletrodomésticos, relacionamentos, conceitos, instituições, nessa era pós-moderna, são descartáveis.

Quebrou? Compre outro em dez suaves prestações no cartão de crédito. Não precisa nem sair de casa. Compre pela internet e ainda entregam em sua casa rapidinho.
Casou? Está havendo muitos conflitos? A esposa está com rugas tipo pé-de-galinha? O marido barrigudo demais? Não precisa trabalhar para que os conflitos sejam superados e resolvidos adequadamente pelo casal. Para que gastar dinheiro numa terapia de casal? Não precisa ficar a vida inteira com a mesma mulher, com o mesmo homem. Procure uma bem mais jovem, um mais saradão! Não precisa se conscientizar acerca do envelhecimento. (Minha esposa agora já está falando em menopausa. Todos os anos agora tenho que fazer o exame da próstata!).
Agora existe uma lei que você pode efetivar um divórcio rapidinho, se não tiver filhos e bens. É fácil, fácil! (molim, molim!). É o mesmo que ir a uma loja comprar uma impressora nova e usar por mais três anos.
“Não tem problema, as coisas são assim mesmo”, é a mensagem da pós-modernidade.
Que Deus tenha misericórdia! Que olhemos sempre para a Bíblia e encontremos nela a mensagem eterna para nossa vida e para as instituições tão preciosas aos olhos de Deus, como a família e o casamento são.

Entre em contato

Praça Caixeiros Viajantes S/N - Centro
Vitória da Conquista - Bahia
Fone/Fax: (77) 3424-6596
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.