A Primeira Igreja Batista de Vitória da Conquista foi organizada em 4 de Fevereiro de 1900. Sua história é a viva mensagem Em Deus faremos proezas (Sl 60:12). Incontáveis as proezas e impossível enumerá-las.  Alisto algumas que são parte de abençoada trajetória.

Tertuliano da Silva Gusmão foi a primeira proeza do Espírito para o inicio do Evangelho em Conquista. Foi convertido ao Senhor lendo a Bíblia, presenteada por um evangelista a quem Tertuliano livrara das mãos dos perseguidores. E assim, lendo a Bíblia com a família, seus queridos chegaram a Jesus. E outros vieram. Logo, numa rústica casa de Adobe, nascia a nossa querida grei. A Bíblia ainda resiste ao tempo. Está com os descendentes do fazendeiro.

A segunda proeza foi a inauguração de um pequeno templo na cidade, em 1905. Os crentes primitivos sofreram duras perseguições. Uma esposa de pastor veio a óbito como consequência de uma pedrada dos perseguidores. Todavia os crentes não se intimidaram, resistiram firmes e, em 1928, inauguraram o terceiro templo na praça Dois de Julho, atual Caixeiros Viajantes. Quanto maior a perseguição, mais o Evangelho crescia na cidade. No final da década de 50 o terceiro templo foi demolido para dar lugar ao templo atual, inaugurado em 1966 no ministério do Pr. Gérson Rocha.

A terceira proeza foi a visão missionária colocada por Deus no coração da igreja. O Pr. Gérson se comovia com a situação dos indígenas, escravizados pelo medo, animismo e desfigurados pelo pecado. Algumas viagens missionárias e o valente obreiro, em lágrimas, relatava à igreja em poderosas mensagens o que Deus fazia arder no seu coração. O resultado foi uma geração de vidas dedicadas às Missões e ao Ministério da Palavra.  

A quarta proeza é  a misericórdia do Deus vivo em preservar os marcos estabelecidos pelos antigos. A igreja não é perfeita, mas prega a necessidade de andar com o Perfeito, pois ela precisa de Jesus para viver. Canta a música solene que fala ao coração. Prega o “Vigiai e Orai”, pois o “Rei não tarda”. Persevera no IDE, pois sabe que sem missões a igreja morre; vira um pântano estagnado e putrefato. É preciso ser um rio que por onde passa leva vida. 

Não, não somos perfeitos. Tão somente lutamos pela preservação da sã doutrina. E o que é feito, realmente é fruto da misericórdia do Deus eterno. Clamamos por um avivamento, que nos mova o coração a buscarmos mais semelhança com Cristo e maior expectativa por  sua volta.   Deus seja louvado!

 

O Pastor

Entre em contato

Praça Caixeiros Viajantes S/N - Centro
Vitória da Conquista - Bahia
Fone/Fax: (77) 3424-6596
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.